5 dicas para gravar um áudio bom e barato

Aumente seu engajamento e credibilidade de forma simples e eficaz

No nosso texto anterior (e esse negócio de áudio?) dou uma pincelada nos aspectos do áudio e sua importância. Confere lá antes de ler aqui!

 

Tempos de crise.

A gente repensa a vida, repensa as prioridades, repensa formas de produção. As redes sociais, mais do que nunca, estão sendo fonte de troca, conhecimento e trabalho já que as pessoas precisam ficar em casa por conta da pandemia que pegou todo mundo de surpresa em 2020. Vídeo aula, vídeo de palestra, conferências virtuais, terapia online, home office - a necessidade de produção audiovisual está intensa e modificando o mercado de trabalho mais do que nunca. A necessidade de engajamento e de ações de marketing e vendas continua a mesma, porém mais audiovisual do que presencial Pensando nisso, separei para vocês 5 dicas de como gravar um áudio bom gastando muito pouco, já que precisamos continuar produzindo bastante e economizando o possível sem comprometer a qualidade do nosso material.


01) Planejamento


Você ganha muito mais tempo, qualidade e paz de espírito quando planeja a gravação do seu áudio prevendo problemas, e não gravando como dá para depois corrigir. Para isso, ter um bom planejamento é fundamental. Aqui vão algumas dicas de como fazer um planejamento de áudio:


  • Pense no local que você vai gravar. É em casa? é na rua? quais os horários de mais barulho? existe obra, festa ou qualquer outro barulho alto e constante ao redor? Se for gravar em casa, existe um horário que precisam mais de mim? Pense em tudo que produz ruído ao seu redor e planeje o melhor dia, horário e ambiente para você realizar a sua gravação;

  • Repense o tecido da roupa e na presença de colares e brincos grandes caso use microfone de lapela;

  • Carregue e teste todas as baterias, entradas e saídas de som com antecedência;

  • Certifique-se de ter microfone ou celular reserva caso o seu apresente defeito.

02) Materiais Fonoabsorventes


Materiais fonoabsorventes são todos os materiais que absorvem som, como o nome já diz. Móveis, tapetes, cortinas, toalhas, estofados, carpetes: existem diversos tipos de superfícies que ajudam a absorver as ondas sonoras, reduzindo a reverberação indesejada e ajudado na captação de um áudio limpo. O corpo humano também e fonoabsorvente, por isso aqui está o pulo do gato: se você estiver com um microfone de lapela, posicione-se de costas para a origem do barulho: seja carros passando na rua, obra saindo pela janela, o que for: quando você se posiciona de costas para a fonte do ruído, acaba criando uma camada protetora para o microfone de lapela, absorvendo o som. Para gravação de OFFs, recomendo gravar dentro do carro desligado. Os estofados do carro vão absorver o som da sua voz e deixar seu áudio mais limpo e profissional. Use da criatividade!


03) Trilhas e ruídos


Na produção de um áudio, nem sempre uma gravação limpa é a melhor opção. Se você quer gravar uma entrevista sobre parques infantis, ou registrar uma casa de show, ou filmar uma cena de um casal brigando, nem sempre uma fala audível e sem ruído nenhum no fundo vai ser a melhor opção. Isso se chama ambientação: para se contar uma história, você precisa levar em consideração quais são os ruídos e eventuais músicas que podem fazer parte dela. Na internet e no YouTube existem diversas músicas e efeitos sonoros disponíveis gratuitamente, livres de direitos autorais. Só precisa dar uma garimpada e dedicar um tempo de pesquisa par achar o som que melhor se encaixa com o que você quer. Lembre-se sempre que, na maioria das vezes, existe uma voz principal falando e essa voz precisa estar mais clara do que os sons de ambientação, caso contrário seu vídeo sai com um aspecto amador.


04) distância necessária


Todo equipamento de áudio interpreta um ruído de uma forma diferente dos nossos ouvidos. Normalmente, quanto mais fiel capta esse ruído, mais afinada é a tecnologia interna dele, e por isso costuma ser mais caro. Porém, mantenha em mente que ele tem uma certa tolerância: falar perto demais da parte de captação vai distorcer muito os picos sonoros, e falar distante demais vai tornar sua voz inaudível. Isso vai forçar seu espectador a aumentar demais o volume na reprodução, e novamente, vai causar distorções. Faça testes (olha o planejamento aqui!) e verifique como reage e funciona o microfone que você tem em mãos, seja ele embutido no celular ou não, e qual a distância ideal para você captar seu áudio.


05) já gravei e está ruim. e agora?


Com as dicas acima, você reduz muito as chances de captar um áudio ruim, porém infortúnuos acontecem. Seja uma interferência sonora, um mau contato ou outros motivos, ninguém está totalmente imune à erros de captação. Se você não faz ideia de como retirar ou reduzir chiados ou reverberação, procure alguém que saiba sobre o assunto e busque orientações sobre o que fazer. Caso não dê para pagar o serviço, você pode repensar retirar a parte comprometida se não danificar a mensagem geral ou acrescentar uma música de fundo: esse recurso é bastante usado para "maquiar" um áudio com ruidos indesejados. Eu sempre voto na opção de refazer a gravação, que é uma saída mais trabalhosa porém pode garantir um resultado de qualidade melhor. Avalie os recursos que você tem a volta e o nível de problemas que seu áudio apresenta e verifique com algum técnico ou especialista qual a melhor opção para o seu caso. Gravação é mais planejamento que ação. Mantenha isso em mente e sucesso nos seus vídeos!





8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo